Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 19 de outubro de 2010

A Imprensa Brasileira ainda tem muito a amadurecer...

Belo Horizonte, 16 de outubro de 2010
Manifesto de repúdio contra o estereótipo de bibliotecária difundido pela revista VEJA em matéria de ataque à Dilma Rousseff.

No último dia seis a Revista VEJA publicou a matéria “vestida para mandar” criticando o “look” da candidata Dilma Rousseff. Um dos argumentos utilizados para ilustrar o mau gosto da candidata para se vestir foi comparar a imagem desta à de uma “bibliotecária solteirona”.
É lamentável e vergonhoso que uma revista que possui tantos anos de circulação e que conquistou um enorme número de leitores se utilize de um estereótipo que ridiculariza, ao mesmo tempo, a mulher solteira e uma classe profissional, simplesmente para denegrir a imagem da adversária política do seu candidato protegido.
Em uma sociedade em que a aparência importa mais que a essência dos indivíduos esse tipo de coisa pode fazer algum sentido, no entanto prefiro acreditar que esse não é nosso contexto e que as pessoas se lembram de nós bibliotecários (homens ou mulheres, casados ou solteiros, bem ou mal vestidos) como profissionais que organizam, disseminam e promovem o acesso democrático à cultura e à informação.
Talvez nós bibliotecários não saibamos nos vestir bem, mas com certeza sabemos diferenciar uma notícia mal intencionada de uma que pretende estimular a reflexão e informar seu leitor de maneira ética e coerente. Também sabemos que o voto deve ser decidido com base nos planos de governo e nas competências e ações dos candidatos, não na capacidade destes de combinar as meias com a gravata ou os brincos com o colar.

Bruna Bonifácio de Almeida
Estudante de Biblioteconomia – ECI-UFMG.

Um comentário:

  1. Pense pelo lado positivo, é uma presidenciavel bibliotecária solteirona. Ligar para esse tipo de detalhes de uma revista sensacionalista, é dar o que eles querem: ATENÇÃO e LEITORES REVOLTADOS, quanto fulos ficarmos com eles, mais eles vendem.
    Sérgio Cavalheiro - estudante de biblioteconomia

    ResponderExcluir