Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 31 de março de 2011

Mapas de satélite detalham formato irregular da Terra

Modelo mais preciso da atuação da força da gravidade na Terra vai ajudar na prevenção de catástrofes

Uma animação divulgada hoje (31) pela agência espacial européia (ESA, na sigla em inglês) mostra pela primeira vez a variação da força da gravidade na Terra e como ela deforma o planeta. O modelo vai auxiliar na melhor compreensão sobre o comportamento do planeta, suas marés, e, talvez, ajudar a prever fenômenos como terremotos e vulcões. Os dados foram obtidos pelo satélite GOCE, lançado em órbita há dois anos. As cores mais frias, puxando para o azul, indicam onde a gravidade é mais fraca. As mais quentes, variando do vermelho ao amarelo, onde ela é mais forte.

Assista o vídeo aqui.

Fonte: iG Último Segundo Ciência

quarta-feira, 30 de março de 2011

Capitão América - O Primeiro Vingador - Trailer 1

Depois de semanas de expectativa pelos fãs, finalmente foi divulgado o primeiro trailer de Capitão América - O Primeiro Vingador (Captain America: The First Avenger), no programa ET. Assista abaixo e aguarde uma versão em melhor qualidade!
Chris Evans (Steve Rogers), Hugo Weaving (Caveira Vermelha), Hayley Atwell (Peggy Carter), Sebastian Stan (Bucky Barnes), Tommy Lee Jones (General Chester Phillips), Samuel L. Jackson (Nick Fury), Dominic Cooper (Howard Stark), Neal McDonough (Dum Dum Dugan), Stanley Tucci (Dr. Abraham Erskine), Toby Jones (Arnim Zola) e Derek Luke (Gabe Jones) estão no elenco de Capitão América.
Joe Johnston (O Lobisomem) dirige o filme a partir do roteiro de Christopher Markus e Stephen McFeely. Alan Silvestri assinará a trilha sonora. Capitão América: O Primeiro Vingador estreia em 22 de julho nos EUA e em 29 de julho no Brasil.


Fonte do texto: Omelete

Biblioteca convida alunos da escola Wilson Taveira para “Ler o Mundo”

A Biblioteca Pública Estadual “Dr. Isaías Paim” mostra aos alunos da Escola Municipal Wilson Taveira, de Campo Grande, as várias formas de se ler o mundo.
O Projeto “Vem Ler o Mundo”, que acontece na próxima quinta-feira (31), a partir das 9 horas, no Memorial da Cultura, foi criado com a intenção de mostrar aos visitantes do Memorial que cada bem cultural exposto nos quatro andares dedicados à visitação tem uma forma diferente de ser vista e lida.
“Esse trabalho de releitura das peças é um norteador de pensamentos, principalmente às crianças, que conseguem aprender de forma lúdica a importância da cultura estadual, e transforma o que aprendeu em fábulas, fantasias”, explica Aparecido Melchiades, coordenador da biblioteca.
A visitação começa ainda na parte de fora do prédio, onde é explicada aos visitantes a importância do edifício, que já foi sede do governo, Fórum, e agora, um Memorial. Já na parte interna, as visitas seguem pelo Centro Referencial de Artesanato, Grande Galeria, Sala David Cardoso, Arquivo Público Estadual, Museu de Arqueologia (Muarq), Museu da Imagem e do Som (MIS) e termina na Biblioteca, com dinâmicas e atividades lúdicas com as crianças. Essas atividades são promovidas pelo programa GibiMania, por acadêmicos dos cursos de Pedagogia, Letras e Design da Universidade Católica Dom Bosco, em parceria com a Biblioteca Estadual.
As visitas orientadas devem ser agendadas pelo telefone: (67) 3316-9161.

Fonte: midiamaxnews

Biblioteca Pública de Londrina começa a reformar a rede elétrica

Crédito da imagem: flickr.com
O usuário que frequenta a Biblioteca Pública Municipal de Londrina começa a perceber algumas mudanças na estrutura interna. A reforma elétrica do prédio da instituição foi iniciada nesta segunda-feira (28) por funcionários da empresa Rolp, vencedora do processo licitatório, com previsão mínima de 30 dias para concluir os serviços.
O trabalho foi orçado em R$ 91 mil e contará com recursos do município. A obra faz parte de outros projetos desenvolvidos para beneficiar ainda mais os usuários da biblioteca.
De acordo com o secretário municipal de Cultura, Leonardo Ramos, a parte elétrica não passava por reparos desde a construção do prédio, há 60 anos. Além de oferecer mais comodidade, a obra dá mais segurança ao usuário. "Havia uma necessidade histórica, ou seja, a reforma era algo realmente muito esperado. Os problemas com a iluminação eram comuns", afirmou.
Segundo o diretor de Bibliotecas da Secretaria de Cultura, Rovilson Silva, a ampliação dos serviços ofertados pela instituição foi algo notório nos últimos anos. Ele comentou que esse cenário não compactuava com a estrutura antiga da rede elétrica. "No projeto de modernização, vamos adquirir 30 computadores. Sem dúvida, precisamos de um suporte maior, para que o serviço funcione bem", disse.
Silva reconheceu que a reforma pode causar incômodo no começo, mas pediu paciência ao usuário. "Quando se mexe na parte elétrica, alguns imprevistos sempre acontecem. Provavelmente, teremos que desligar a energia de algum setor durante os trabalhos. Solicitamos que a comunidade visualize como o projeto terá sucesso no futuro", comentou.
Para agilizar a reforma, o diretor de Bibliotecas confirmou que a empresa Rolp também vai trabalhar fora do horário de expediente. "Os funcionários, das 19h às 22h, coordenam as obras, período em que a biblioteca está fechada. Tudo para oferecer um serviço de qualidade ao nosso usuário", completou Silva.
 
Fonte: odiario.com

Estudantes do ensino médio poderão se inscrever em prêmio de ciências da Unesco

Estão abertas as inscrições para o concurso de trabalhos escritos e desenhos referentes ao Dia Mundial da Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento edição de 2011, destinado a estudantes do ensino médio. O concurso é uma realização da UNESCO e terá como tema: “Química: nossa vida, nosso futuro”.

Os estudantes terão até o dia 05 de setembro para produzirem seus trabalhos e enviar para o e-mail cienciaparatodos@unesco.org.br, com a ficha de inscrição.
Os desenhos poderão ser enviados pelos Correios, para o endereço: Setor de Ciências Naturais da UNESCO, SAUS Quadra 5, Bloco H, Lote 6, Ed. UNESCO/IBICT/CNPq, Sala do Protocolo nº 1004, CEP: 70070-912, Brasília/DF.

Os alunos vencedores nas três primeiras colocações e os professores orientadores terão como prêmio uma visita a instituições de pesquisa e ensino, os inscritos que forem classificados do 4º ao 10º lugar receberão coleção de material na área de ciências, terão a publicação do trabalho em livro e receberão certificados de participação.

O concurso é promovido pela UNESCO – órgão das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, em parceria com instituições das áreas de ciências e educação em comemoração ao Dia Mundial da Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento (dia 10 de novembro) e ao Ano Internacional de Química, 2011, como uma homenagem ao centenário do Prêmio Nobel de Química de Marie Curie.

O regulamento, a ficha de inscrição e mais informações estão disponíveis no site http://eventos.unesco.org.br .

Cursos profissionalizantes gratuitos estão com inscrições abertas até dia 31

A Secretaria de Estado de Educação, por meio do Centro de Educação Profissional Ezequiel Ferreira Lima (Cepef), está com as inscrições abertas para os cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio inteiramente gratuitos.

As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de março no endereço eletrônicowww.matriculadigital.ms.gov.br . O processo seletivo para os cursos será entre os dias 4 e 7 de abril. O Centro de Educação Profissional Ezequiel Ferreira fica na rua Antônio da Silva Vendas, 115, bairro Miguel Couto, Campo Grande.
 Inscrições e Avaliações - Técnico em Eletrotécnica (eletrotécnica@cepefsed.com.br). Para se inscrever é necessário ter 18 anos completos, ter terminado ou estar cursando o 3º ano do Ensino Médio. A avaliação será dia 4 de abril, às 19 horas. Início do curso previsto para abril.

Técnico em Biblioteconomia (biblioteconomia@cepefsed.com.br). Para se inscrever é necessário ter 18 anos completos, ter terminado ou estar cursando o 3º ano do Ensino Médio. A avaliação será dia 4 de abril, às 14 horas. Início do curso previsto para abril. Técnico em Cozinha (cozinha@cepefsed.com.br). Para se inscrever é necessário ter 18 anos completos, ter terminado ou estar cursando o 3º ano do Ensino Médio. A avaliação será dia 5 de abril, às 14 horas. Início do curso previsto para maio.

Conheça os cursos - Curso Técnico em Biblioteconomia: prepara o estudante para atuar no tratamento, recuperação e disseminação da informação em ambientes físicos ou virtuais. Executa atividades auxiliares especializadas e administrativas relacionadas à rotina de bibliotecas ou centros de documentação e informação, quer no atendimento ao usuário, quer na administração do acervo ou na manutenção de banco de dados. Colabora no controle e na conservação de documentos e equipamentos.

Fonte: A crítica

Coleção história Geral da África está disponível para downloads




Estatuto da Igualdade Racial foi um marco para o movimento negro. Sancionado em 20 de julho de 2010 pelo então Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, trouxe muitos benefícios para a comunidade e cultura afro-brasileiras. Mas toda grande transformação social inicia-se pela educação. É nessa área que a coleção história Geral da África, lançada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a cultura (UNESCO), vem dar uma grande contribuição.

Publicada em oito volumes e totalizando 10 mil páginas, a coleção conta a história da África a partir de uma visão de dentro do continente, usando uma metodologia interdisciplinar que envolve especialistas de diversas áreas do conhecimento. Seu conteúdo permite novas perspectivas para os estudos e pesquisas a respeito da África e agora está disponível para download, gratuitamente, no site da Unesco.
Lançada nacionalmente em dezembro do ano passado, a coleção foi produzida por mais de 350 especialistas, sob a direção de um Comitê Científico Internacional formado por 39 intelectuais, dos quais dois terços eram africanos. O lançamento da versão em português é fruto de uma parceria da UNESCO com o Ministério da Educação, por intermédio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad), e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Em abril, acontece o lançamento regional, com uma série de eventos (ver quadro abaixo)
LEGISLAÇÃO – Para além da contribuição intelectual na desconstrução da imagem primitiva sobre a cultura africana que ainda domina o senso comum, a coleção história Geral da África constitui parte de um material que possibilita a execução da Lei 10.639, de 2003, que inclui, na rede de ensino pública e privada, a obrigatoriedade da temática “História e cultura Afro-brasileira”.
A inclusão do tema no ensino regular também é citada no Estatuto da Igualdade Racial (lei nº 12.288, de 20 de julho de 2010), que dedica a segunda seção do Capítulo II à educação. Segundo o texto, “é obrigatório o estudo da história geral da África e da história da população negra no Brasil”, a fim de resgatar “sua contribuição decisiva para o desenvolvimento social, econômico, político e cultural do País”. Com a Coleção, os professores terão acesso a um material de qualidade para basear suas aulas sobre o tema.
REFERÊNCIA – Além de servir de fonte para a produção de material pedagógico voltado para as escolas, a Coleção é base para pesquisas de especialistas e profissionais de todo o mundo que, de alguma forma, lidam com a história do continente, bem como subsidia a formação de professores de diversas áreas do conhecimento.
A obra contribui para a disseminação da história e da cultura africana na educação, e também para a transformação das relações étnico-raciais no País. A intenção é fazer com que professores e estudantes lancem um novo olhar sobre o continente africano e entendam sua contribuição para a formação da sociedade brasileira.
Considerada o principal material de referência sobre o assunto, a coleção completa foi editada em inglês, francês e árabe e, pela primeira vez, tem seus oito volumes disponibilizados em português.
DISTRIBUIÇÃO – A Coleção da história Geral da África será distribuída pelo Ministério da Educação e estará à disposição dos interessados em todas as bibliotecas públicas municipais, estaduais e distritais; nas bibliotecas das Instituições de Ensino Superior, dos Polos da Universidade Aberta do brasil, dos Núcleos de Estudos Afro-Brasileiros, dos Conselhos Estaduais ou Distrital de Educação.
Os oito volumes estarão disponíveis para download nos sites da UNESCO.

terça-feira, 29 de março de 2011

Convite Aula Magna 2011 - Governador Tarso Genro

Começa a Corrida para o Vestibular da UFRGS 2012

Já está no site da UFRGS a lista das Leituras Obrigatórias para o Vestibular 2012. Olha aí:

Concurso Vestibular 2012

LEITURAS OBRIGATÓRIAS PARA A PROVA DE LITERATURA DE LÍNGUA PORTUGUESA

Para o Concurso Vestibular de 2012, será exigida a leitura prévia e completa das seguintes obras:
1. João Cabral de Melo Neto - A Educação pela Pedra;
2. José Saramago - História do Cerco de Lisboa;
3. Moacyr Scliar - O Centauro no Jardim;
4. João Simóes Lopes Neto - Contos Gauchescos;
5. Guimarães Rosa - Manuelzão e Miguilim (Campo Geral e Uma estória de amor);
6. Dias Gomes - O Pagador de Promessas;
7. Rubem Fonseca - Feliz Ano Novo;
8. Cristóvão Tezza - O Filho Eterno;
9. Basílio da Gama - O Uraguai;
10. José de Alencar - Lucíola;
11. Poemas de Álvaro de Campos, de Fernando Pessoa - ( 1. Mestre, Meu Mestre Querido!, 2. Ao Volante do Chevrolet pela Estrada de Sintra , 3. Grandes São os Desertos, e Tudo é Deserto,  4. Lisboa com suas Casas, 5. Todas as Cartas de Amor São, 6. Ode Triunfal, 7. Lisbon Revisited (1923), 8. Tabacaria, 9. Aniversário, 10. Poema em linha reta );
12. Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas.

Tentaremos ao longo do ano disponibilizar até outubro todos os resumos desses títulos aqui no Bibliotecando por aí. Por isso, sempre dê uma passada por aqui.

Boa preparação!

Sesi oferece curso gratuito de informática básica em Abreu e Lima

As aulas são destinadas a trabalhadores da indústria e serão realizadas na biblioteca do Sesi instalada nas dependências da empresa Fibrasa

Trabalhadores da indústria interessados em atualizar conhecimentos em informática podem se inscrever no curso gratuito de inclusão digital promovido pelo Sesi Pernambuco, dentro do projeto Indústria do Conhecimento. Para participar, basta entrar em contato com a coordenação do programa em Pernambuco, pelo número 3412-8351.

As aulas serão realizadas na biblioteca do Sesi instalada nas dependências da empresa Fibrasa, em Abreu e Lima. A grade dos cursos possui 40 horas de duração, com aulas teóricas e práticas sobre o sistema operacional Windows e programas Word, Power Point e Excel, além de navegação na internet. Os concluintes recebem certificado emitido pelo Sesi.
 
A biblioteca onde será realizado o curso oferece 10 computadores conectados à internet com instrutores treinados, salas de leitura e bibliotecas com livros, CDs, DVDs, gibis, jornais e revistas. São cerca de 1500 títulos impressos e de mídia eletrônica. Os horários de funcionamento são flexíveis e atendem à necessidade das comunidades.

O programa Indústria do Conhecimento é uma iniciativa da Confederação Nacional da Indústria, executada através do Sesi. A ação foi lançada em 2006, após a constatação de que o baixo índice de leitura no Brasil é reflexo da deficiência de acervo das bibliotecas escolares e públicas e da dificuldade de acesso à internet.

Fonte: pe360graus.com

Jornalista Vicente Lugoboni morre aos 54 anos

Crédito da iamgem: www.amputadosvencedores.com.br

O jornalista Vicente Lugoboni faleceu na manhã desta segunda-feira (28), aos 54 anos, em Maringá. Lugoboni estava internado no Hospital Santa Rita há mais de três meses, em virtude de um acidente vascular cerebral. Portador de necessidades especiais por conta de sequelas deixadas pela poliomielite, Lugoboni militava em favor da acessibilidade na cidade. Também era um colaborador constante da seção de cartas de O Diário, além de enviar comentários quase que diariamente ao site odiario.com. O corpo do jornalista está sendo velado na capela do Prever e será sepultado às 17h desta terça-feira, no Cemitério Municipal de Maringá.

Fonte: odiario.com

Blogueiros debatem reforma política com o presidente do Senado

O presidente do Sendo, José Sarney, recebeu hoje em seu gabinete oito blogueiros para falar sobre o lançamento de um aplicativo gratuito para iPhone, com informações sobre os senadores e as atividades da Casa. O lançamento está previsto para ocorrer esta terça-feira (30). Depois das informações sobre a apresentação do aplicativo, Sarney participou de um debate com os blogueiros. A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) também acompanhou a reunião.
Um dos temas tratados foi a reforma política. Na avaliação de Sarney, o Brasil avançou nas áreas social e econômica, “mas estagnou na área política”. De acordo com Sarney, a sociedade precisa amadurecer politicamente para que o voto seja facultativo.
Leia mais
Sarney: Redes sociais são uma revolução para a cidadania
- Há grandes faixas da população que estão afastadas da informação. Por isso, é bom que as pessoas tenham a obrigação de votar”, afirmou.
Sarney ainda cobrou a melhoria da qualidade dos partidos brasileiros, afirmando que o país “não conseguiu produzir partidos políticos, que não têm programa”, o que faz com que o povo não encontre representatividade.
- O eleitor não lembra em quem votou e o candidato não sabe por que foi eleito – disse o presidente.
Ao ser questionado sobre a falta de incentivo oficial à leitura no país, Sarney lembrou que uma das primeiras leis de incentivo à cultura foi de sua autoria, em 1972. O presidente também destacou a importância de a sociedade atuar no sentido de colaborar com a produção cultural e com o incentivo à leitura.
- A sociedade não pode ficar só esperando o Estado agir. As pessoas podem e devem agir, principalmente os pais, que devem incentivar os filhos à leitura – afirmou.

Leia mais em: Correio do Brasil

segunda-feira, 28 de março de 2011

Biblioteca Pública Arthur Vianna completa 140 anos

Crédito da imagem: Saavedra, Música, Chibé e Poesia.blogspot

Lá está o maior acervo de literatura paraense, com exemplares de Max Martins a Adalcinda Camarão. Existem ainda obras raras, como as “Rimas Várias de Luis de Camões”, livro original publicado em 1689, e jornais antigos que circularam no Pará em séculos passados e hoje que ajudam a compreender um pouco da história do Estado. O acervo com livros das mais diversas áreas do conhecimento já ultrapassa a marca dos 750 mil volumes. Essas particularidades fazem da Biblioteca Pública Arthur Vianna uma verdadeira guardiã da memória paraense – seja no campo literário, social, econômico ou político. Percebê-la como tal exige sensibilidade. Diante da facilidade das páginas geradas instantaneamente, com o acesso à internet, é preciso repensar o estatuto de uma biblioteca pública.

No próximo dia 25, a instituição completa plenos 140 anos de funcionamento e como qualquer anciã, carece de atenção. Dos jovens, principalmente, que já não têm a “biblioteca do Centur”, como é popularmente conhecida, como primeira alternativa de pesquisas escolares ou mesmo de visita.

Programação de aniversário começa hoje

Mas o espaço também precisa de atenção por parte do poder público, já que se faz notória a necessidade de adaptações físicas e estruturais. De acordo com Ruth Selma dos Santos, gerente da biblioteca, há um esforço concentrado por parte dos funcionários para suprir novas demandas em face às novas tecnologias e às necessidades de infra-estrutura. “Nós temos que acompanhar as mudanças, adaptar alguns serviços, mas isso ocorre num ritmo lento. Percebemos que houve também uma redução de público, mas esse ano já está aumentado”, diz a gerente, reafirmando que agora o objetivo principal é reconhecer que a instituição continua “viva”. Para tanto, Ruth tem aprimorado a parceria com escolas, públicas e privadas, na tentativa de reaproximar público e biblioteca. A realização de programações variadas, como seminários e eventos para a formação de leitores, são maneiras de trazer os estudantes para a instituição. “Queremos mostrar que a biblioteca está dinâmica e de portas abertas, e continua sendo uma ótima fonte para pesquisa de conteúdo”, enfatiza. Ela aproveita para informar o novo horário de funcionamento: de 8h30 às 19h. No ano passado, o horário foi reduzido para contenção de gastos no governo Ana Júlia Carepa (PT) – conforme o decreto estadual 1.618, de abril de 2009, que estabeleceu uma série de cortes e ajustes administrativos. “Mas muitos alunos precisavam vir mais cedo e estão visitando agora”, diz. “A biblioteca possui conteúdo que não se acha na internet”.

História

A começar pelo autor que dá nome à instituição, Arthur Vianna (1873 – 1911) é um ilustre desconhecido. Ele é paraense de Belém e foi poeta, prosador, historiador e autor de 17 importantes obras sobre os mais diversos aspectos da vida social, política e cultural do Pará. Foi, também, um dos primeiros diretores da Biblioteca Pública do Pará, nomeado pelo governo Lauro Sodré, em 1895. Por esse motivo, foi escolhido para ser homenageado, durante uma reunião do conselho de cultura da Academia Paraense de Letras, segundo informa Ruth Selma dos Santos. A instituição é a mais antiga na área de cultura no Pará. Foi primeiramente fundada em 1846, sendo anexa ao Lyceu Paraense, onde funciona atualmente o Colégio Estadual Paes de Carvalho.

Em 1863, o Lyceu passou para o prédio do antigo convento do Carmo, e apenas em 1871 a biblioteca foi constituída como órgão público. Em 25 de março daquele ano foram inaugurados, oficialmente, a Biblioteca Pública e o Arquivo Público do Pará. Já na década de 1980, a biblioteca passou a integrar a Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves.

Comemoração

Para celebrar a data, inicia hoje na sede da Fundação uma programação diversificada, que inclui palestras com escritores, oficinas, exibição de filmes, seminário, exposições. As atividades seguem até dia 27, diariamente, das 10h às 22h. As atividades são gratuitas, com exceção dos eventos no Teatro Margarida Schivasappa e no Cine Líbero Luxardo, que terão ingressos a R$ 1 mais um livro novo ou usado em bom estado.

Os debates com escritores nacionais ocorrem sempre às 19h e terão a participação dos romancistas Mário Prata (hoje), o jornalista Márcio Vassalo (23), o educador Celso Antunes (24), o especialista em organização de acervos Jayme Spinelli (25) e o poeta Thiago de Mello (26). Já os chargistas e ilustradores Joe Bennet, Biratan Porto, João Bosco e João Bento formam o time de artistas locais que participam de um bate-papo com o público, no sábado (26), às 14h.

A história da Biblioteca Pública Arthur Vianna será contada por meio de uma exposição. As oficinas de “Animação” (ministrada pela equipe da revista da Turma do Açaí), além “Manipulação de bonecos”, “Confecção de livros artesanais” e “Contação de Histórias” são algumas delas. O público infantil também terá atividades nos espaços lúdicos Acalanto, Gepetto e Saci Pererê.

O “Seminário de Tecnologia e Informação” reunirá, a partir de hoje, pesquisadores e estudiosos em debates sobre temas como direitos autorais na web, a biblioteca pública com a inserção de novas tecnologias, e o uso da internet no ofício do professor. No campo literário, o público pode renovar o acervo pessoal com o projeto “Chuva de livros” e o “Entrelivros”, que propõem a troca de livros usados.

O Teatro Margarida Schivasappa também será palco das comemorações, com shows diários, às 20h. Salomão Habib (hoje), Mahrco Monteiro (23), a peça teatral “Eu me confesso Eneida” (24), Andréa Pinheiro e Paulo Campos Melo (25), Rosa Correa (26) e Alexandra Sena (27) compõe as atrações do espaço. O violonista Sebastião Tapajós também se apresenta no Teatro, na quarta-feira (23), às 16h, como parte do projeto “Quarta às quatro”, da Fonoteca Satyro de Melo.

Já o Cine Libero Luxardo exibe filmes de adaptações literárias com o projeto “O livro na tela”, além de apresentar longas-metragens para deficientes visuais com filmes em audiodescrição, pelo projeto “O Olhar de dentro”.

Participe

Comemoração dos 140 anos da Biblioteca Pública Arthur Vianna, de hoje até dia 27 deste mês, sempre das 10h às 22h, em diversos espaços do Centur. Confira a programação completa em www.fcptn.pa.gov.br. Informações: 3202- 4332 / 4391. (Diário do Pará) .

Universidade Sénior promove “Hora do Conto” nas Bibliotecas Escolares

A Universidade Sénior Rainha D. Leonor, em parceria com as Bibliotecas Escolares do Bairro da Ponte e do Bairro dos Arneiros, irão realizar uma “Hora do Conto” na próxima quinta-feira.
Este projecto tem como objectivo a promoção dos encontros intergeracionais e a partilha de histórias do imaginário popular.

Crédito dessa imagem: usrainhadonaleonor.blogspot.com


As sessões irão realizar-se nas referidas Bibliotecas escolares, sendo que no Bairro da Ponte será às 9h30 e no Bairro dos Arneiros às 11h00.

sábado, 26 de março de 2011

Pesquisadores desenvolvem equipamento que facilita a leitura

Estudiosos da Universidade Federal do Maranhão inventaram uma lupa que se move com rodas para ajudar pessoas com baixa visão. O modelo eletrônico aumenta o tamanho das palavras em até 20 vezes.




Biblioteca Nacional de Brasília nunca emprestou livros.



Desde que foi inaugurada, há dois anos, a Biblioteca Nacional de Brasília nunca emprestou nenhum dos 100 mil exemplares de seu acervo. Os frequentadores não podem sequer consultar as publicações. A justificativa é a falta de sensores de segurança nos exemplares.
Fonte: eBand

Apenas o Fim do Mundo, de Jean-Luc Lagarce

"... as pessoas que nunca dizem nada, nem sempre querem só ouvir."

sexta-feira, 25 de março de 2011

Seminário Temas sobre Biblioteca e Biblioteconomia

O Consulado Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro e o Conselho Regional de Biblioteconomia da 7ª Região – CRB-7 realizarão no dia 29 de março de 2011 o seminário Temas Sobre Bibliotecas e Biblioteconomia, dentro das comemorações do Dia do Bibliotecário. Junte-se a nós nesta celebração. Teremos no evento excelentes palestrantes brasileiros e americanos que discorrerão sobre assuntos atuais dentro da nossa profissão.

Você não mora no Rio? Participe pela internet! Acesse o site abaixo e siga as instruções. Pronto! Você estará no nosso auditório, interagindo conosco.
Começa às 9h, não percam!!!!

https://statedept.connectsolutions.com/rio




Eis o programa:
Temas Sobre Bibliotecas e Biblioteconomia - Seminário 29 de março de 2011

9:00 –9:20 Abertura

9:20 – 10:00 Apresentação Bibliotecárias do BNDES: Relato das Experiências Vivênciadas durante Visitas às seguintes bibliotecas nos EUA: Inter-American Development Bank. World Resources Institute. Library of Congress. Federal Reserve Bank. U.S. Department of Commerce .
Margareth Freitas e Suzana Carvalho, Bibliotecárias BNDES

10:00 – 10:30 Café

10:30 – 11:00 A Biblioteca do Instituto de Matemática Pura e Aplicada: Nossa Pequena Harvard
Cecília Chataignier, Bibliotecária do IMPA

11:00 - 12:00 O Atendimento Virtual no Sistema de Bibliotecas da PUC do Rio de Janeiro
Edson Sousa e Silva, Bibliotecário da PUC/Rio de Janeiro

12:00 – 12:40 Os Serviços da Biblioteca do Centro Binacional do Rio de Janeiro – IBEU
Janaina Reina, Bibliotecária Chefe do IBEU

12:40 – 13:50 Almoço

14:00 – 15:00 Desafios para os Bibliotecários no Século 21 (a palestrante falará direto de Washington, DC) Carol Brey Casiano – Futura Diretora para os Centros de Pesquisas das Embaixadas dos EUA no Brasil, na Colômbia, Venezuela e Paraguai

15:00 – 16:00 Como Incentivar a Comunidade a Apoiar a Biblioteca
Andrea McGlinchey – Diretora Interina para os Centros de Pesquisas das Embaixadas dos EUA no Brasil, na Colombia, Venezuela e Paraguai

16:00 – 16:30 Café

16:30 – 17:00 Desafios Atuais dos Profissionais de Bibliotecas
Ana Ligia Medeiros: Bibliotecária Assistente da Fundação Casa de Rui Barbosa. Vice Presidente da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro

Fonte: CRB10

quarta-feira, 23 de março de 2011

Snoopy y el gigante

Obras poderão tirar atraso de 25 anos em Porto Alegre

Crédito da imagem: pt.wikipedia.org

Mobilidade e revitalização do Cais Mauá estão entre as prioridades da cidade Porto Alegre tem pressa. Com quase 240 anos, a cidade mostra sinais visíveis de falência em sua infraestrutura urbana. Para dar conta das necessidades, um pacote de obras está na trilha dos próximos cinco anos. Até porque os projetos poderão pesar em investimentos privados. São projetos que prometem mexer na estrutura e modais viários e pretendem qualificar o tráfego, mudar o perfil de transporte público, reverter a degradação em áreas como o complexo da Tronco e do Cais Mauá e melhorar a capacidade de operação com o resto do mundo, com a ampliação do aeroporto Salgado Filho.

Os investimentos somam R$ 4,5 bilhões. Estão envolvidos nas ações a prefeitura, governos estadual e federal e o setor privado. A coordenadora setorial do pós-graduação da Uniritter, Maria Isabel Marocco Milanez, destaca que as ações serão um “empurrão para a Porto Alegre do futuro”. Arquiteta que acompanha há décadas a evolução urbana, Maria Isabel aponta que há atraso de pelo menos 25 anos na implementação de melhorias na estrutura. “Há falta de planejamento. A última grande obra que tivemos para mobilidade foi a Terceira Perimetral, que já nasceu esgotada.”
Mobilidade e revitalização do Cais Mauá estão entre as prioridades da cidade
Para ela, a demora nas soluções reflete a dificuldade da cidade em tomar decisões. “Nosso DNA tem o ‘gosto’ e ‘não gosto’. Porto Alegre não gosta de mudar”, conclui a acadêmica. Mas novos investimentos em equipamentos de lazer, como a proliferação de shopping centers e novas regiões residenciais, impõem investimentos, reforça. Maria Isabel cobra um grande projeto de mobilidade. O consultor em engenharia de tráfego Mauri Panitz apresenta a dificuldade ante a explosão de veículos. Entre 2004 e fevereiro deste ano, a frota cresceu mais de 30%, somando agora 690 mil unidades, algo como dois veículos por habitante, considerando a fatia de moradores com mais de 18 anos. No Estado, o avanço é maior, de 46%, chegando a 4,7 milhões de unidades.

Para Panitz, além de projetar as obras, é preciso pensar a acessibilidade. “As pessoas com seus carros precisam ter condições de acessar ruas, avenidas, chegar aos seus destinos”, ilustra Panitz. O especialista alerta para a carência de estacionamentos e sugere a construção de áreas subterrâneas. O metrô, que é a grande aposta do prefeito José Fortunati, levará mais tempo. “É obra para dez anos”. As ciclovias, que também estão no plano municipal, também devem estar integradas. 

A indefinição sobre a execução da fase 1 do metrô, que está à espera da decisão do governo federal sobre a inclusão no PAC da Mobilidade, não é o único impasse. A liberação da área do porto de Porto Alegre para que o consórcio de investidores espanhóis e brasileiros vencedor da licitação é uma incógnita. A pendência neste último projeto, orçado em R$ 460 milhões e que prevê shopping center, centro de eventos e áreas de lazer e cultura, está no Supremo Tribunal Federal (STF), onde a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) questiona o cumprimento de regras da legislação portuária. O secretário estadual de Infraestrutura, Beto Albuquerque, disse ontem que a solução sairá em breve. O governo estadual, que herdou o imbróglio de Yeda Crusius, deve se reunir com a Antaq até o final deste mês. “Nosso compromisso é que o projeto saia”, reforça o chefe da Casa Civil, Carlos Pestana.

Los retos del Che siguen siendo retos para América Latina hoy




 

«Siempre visualizo al Che como un adelantado, luchando contra el dogmatismo y el quietismo, en un proceso revolucionario como el cubano que había alcanzado su poder precisamente por medio de decisiones radicales, con un proyecto autóctono muy nuestro y expresión de lo más avanzado en el largo camino por el que tuvimos que transitar para obtener nuestra soberanía», expresa en esta entrevista la doctora en Ciencias Históricas e investigadora cubana María del Carmen Ariet, coordinadora científica del Centro de Estudios Che Guevara.

Conocida mundialmente por ser quien organizó y ejecutó la investigación socio-histórica que finalizó con el hallazgo, en 1997, de los restos del Che y de sus compañeros de la guerrilla en Bolivia, Ariet expone el alcance continental de las ideas guevarianas: «Muchas de sus posiciones y acciones llevadas a cabo dentro de la realidad cubana se convirtieron en tácticas y estrategias pensadas también para que sirvieran de experiencias a procesos revolucionarios futuros y con similares características al nuestro».

Ariet demuestra que en el pensamiento del Che se encuentran las claves de ese mundo, mejor y posible, al que tantos aspiramos: «No nos damos cuenta de que el tiempo se nos agota y que se hace necesario y casi urgente abogar por un cambio de correlación de fuerzas en el planeta que permita una organización más humanizada del acceso a los recursos de manera igualitaria, unas relaciones económicas más flexibles y abiertas entre las principales regiones del mundo y la creación de instituciones políticas que representen los intereses sociales a escala mundial».

María del Carmen Ariet es autora y de los libros Pensamiento político de Ernesto Che Guevara, Pensamiento del Che y Lecturas y reflexiones sobre el Che. Ha compilado y prologado libros como Justicia Global; América Latina, despertar de un continente; Punta del Este; Che Guevara presente; Apuntes críticos a la economía política; El socialismo y el hombre en Cuba; Notas de viaje y Otra vez, muchos de ellos ediciones del Proyecto editorial Che Guevara, desarrollado por el Centro de Estudios Che Guevara y las editoriales Ocean Press y Ocean Sur.
 
Fuente: Site Rebelión

Relación entre iguales, demanda Dilma Rousseff a Barack Obama

Crédito da imagem: La Jornada


Dilma Rousseff, presidenta de Brasil, recibió al mandatario estadunidense, Barack Obama, en el palacio en Planalto, donde le advirtió que la relación bilateral debe ser entre iguales, y le solicitó respaldar una reforma para ampliar el Consejo de Seguridad de la Organización de Naciones Unidas (ONU). Obama dijo apreciar la aspiración brasileña al Consejo de Seguridad, y saludó “el extraordinario ascenso de Brasil”; ambos firmaron una serie de acuerdos comerciales.
En declaración pública formulada luego de sostener una larga reunión con Obama, quién inició una gira que lo llevará a Chile y El Salvador, Rousseff reiteró públicamente la demanda de una “reforma fundamental” en la estructura de la ONU, que incluya la ampliación del Consejo de Seguridad con la inclusión de Brasil como miembro permanente.
“Lo que nos motiva no es el interés menor de ocupación burocrática de espacios de representación, sino la certeza de que un mundo más multilateral generará beneficios para la paz y la armonía entre los pueblos”, dijo Rousseff.
Obama defendió una “ampliación limitada” del Consejo de Seguridad y también su “aprecio” por la aspiración de Brasil a un puesto de miembro permanente, y se limitó a abogar por una reforma de Naciones Unidas para volver al organismo “más eficaz, eficiente y representativo”.
Estados Unidos y Brasil formalizaron la creación de una Comisión para Relaciones Económicas y Comerciales, además de firmar nuevos acuerdos de cooperación en las áreas espacial y de biocombustibles, así como de actuación conjunta en terceros países.
Los dos países suscribieron un total de 10 nuevos acuerdos, uno de los cuales es un memorando de entendimiento para cooperación con Estados Unidos en la celebración del Mundial de Fútbol de Brasil en 2014 y los Juegos Olímpicos de Río de Janeiro en 2016.
Rouseff se quejó de la depreciación del dólar que, sostuvo, “desgasta la buenas prácticas económicas”, y de las trabas impuestas por Washington a la importación de productos brasileños, y solicitó al gobernante visitante restablecer relaciones comerciales “más justas y equilibradas”.
Obama expresó el interés de su país en convertirse en el futuro “gran cliente del petróleo que producirá Brasil en las reservas ubicadas en aguas ultraprofundas de la capa presal del litoral del país, y dijo que Washington está listo a ampliar la cooperación con Brasil.
En tanto, 13 personas fueron encausadas por participar en movilizaciones contra la visita de Obama, delante del consulado estadunidense en Río de Janeiro.
Los 12 adultos y un menor de 18 años serán acusados ante la justicia por lanzar cocteles molotov contra la representación diplomática, lo que provocó heridas a un brasileño que trabajaba como vigilante del edificio.
La protesta reunió a unos 200 manifestantes que gritaban consignas “Fuera Obama” u “Obama vete a casa” contra el mandatario de Estados Unidos.


Fonte: Site Rebelión

Entrevista com Carlos Carbonel


Um brasileiro muito viajado, culto e educado que não acredita mais no sistema. Carlos Carbonel desistiu de tudo. Depois de tentar, tentar, tentar e falhar, ele virou um morador de rua. Mas sua história não é tão curta assim, e nem tão simples, e antes que todos o esqueçam, ele veio aqui narrar os seus acontecimentos e nos provocar.

Esse ilustre morador de rua já frequentou faculdade, era aluno da escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), onde fazia Engenharia. Tem mulher e filhos, mas foi obrigado a abandonar tudo durante a ditadura militar. Carbonel conta que teve alguns amigos desaparecidos e por medo de se tornar mais uma vítima do sistema ditatorial em 1976 simplesmente arrumou as suas coisas, abandonou a família e saiu de São Paulo.

Quando dizemos que ele é viajado, não é exagero, Carbonel saiu de São Paulo e foi para o Mato Grosso, depois para o Paraguai e logo voltou para o Brasil. Foi viver no nordeste, em Belém (PA), chegou a ter um estúdio de fotografia, viajou para vários países da América do Sul sem passaporte, foi muito para Itália, França e Alemanha, ficou durante três anos e meio na Suíça e chegou a ganhar o suficiente para se manter. Lá, procurou celebridades para fotografar. Estava tudo ótimo.

De volta ao Brasil, foi pego por um plano econômico que novamente tirou tudo o que tinha, aí ele desistiu de vez. "Não acredito mais no sistema", diz Carbonel.

Hoje, mora nas ruas e trabalha como um reciclador, um catador de papel, que às vezes precisa apelar para a caridade quando não tem dinheiro para comer, e conclui: "Não sou feliz, parei de tentar ser".

Piratas do Caribe 4


Na trama de Piratas do Caribe 4, os caminhos de Jack Sparrow (Johnny Depp) cruzam com os de uma mulher de seu passado (Penélope Cruz), e ele não tem certeza se é amor - ou se ela é uma cruel golpista que o usa para encontrar a Fonte da Juventude. Quando ela o força a embarcar no navio de Barba Negra (Ian McShane), Jack se encontra numa inesperada aventura em que não sabe o que temer mais: o pirata ou a mulher.
O roteiro de Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas tem sua trama baseada no livroOn Stranger Tides, de Tim Powers - e foi adaptado pelos autores do primeiro filme, Terry RossioTed Elliot. No elenco estão ainda Keith Richards (Capitão Teague), Geoffrey Rush (Barbossa), Stephen Graham (Scram, pirata ajudante de Sparrow), Sam Claflin (o missionário Philip), Astrid Bergès-Frisbey, Kevin McNally, Gemma WardMax Irons.
A estreia é prevista para 20 de maio em 2-D, 3-D e IMAX 3-D.

Fonte: site Omelete.

UNEB e Ufba querem criar curso de biblioteconomia em EaD

A UNEB e a Universidade Federal da Bahia (Ufba) estão estudando a criação de um curso de biblioteconomia, na modalidade EaD, em consonância com o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), do Ministério da Educação (MEC). O assunto foi tratado entre a vice-reitora da UNEB, Amélia Maraux, o diretor do Instituto de Ciência da Informação (ICI) da Ufba, Rubens Ribeiro, e a presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB) da 5ª Região (Bahia e Alagoas), Lucimar Oliveira Silva, durante a mesa de abertura da I Semana do Bibliotecário, realizada na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, no bairro dos Barris, em Salvador.
Nesta sexta-feira (18), um encontro entre a vice-reitora e a presidente do conselho regional – na sala de reuniões da Reitoria, no Campus I da UNEB, em Salvador – vai dar início à elaboração do projeto.

Mais informações no site www.uneb.br.

Barcelos: Livro gigantesco incentiva à leitura

Crédito da imagem: Correio do Minho

Um gigantesco livro de oito metros de altura, está, até ao final do dia de hoje, no Largo da Porta Nova, em Barcelos, a receber poemas e frases sugestivas das crianças e dos populares, na expectativa de entrar, agora, para os recordes do Guiness Book. É mais um incentivo à leitura por parte da Associação Comercial e Industrial de Barcelos (ACIB).
As crianças do Jardim-de-Infância da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos ouviram, ontem, alguns contos junto ao mega-livro, que tiveram a oportunidade de navegar com os seus próprios pés.

Fonte: Correio do Minho, por Marta Caldeira.

TRE assina convênio para facilitar a acessibilidade dos eleitores com deficiência nos locais de votação

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará assinou, na última 2a.feira (21/03), convênio com a Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado, através do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência no Ceará – Cedef – a fim de implementar medidas para facilitar o acesso dos eleitores com deficiência e mobilidade reduzida, nos locais de votação, em todo o estado do Ceará.
Assinaram o convênio o presidente do TRE/Ce, desembargador Ademar Mendes Bezerra, a Secretária de Justiça e Cidadania, Mariana Lobo Botelho de Albuquerque e o presidente do Cedef, Antônio Alves Ferreira, durante sessão do Pleno do TRE.
O convênio é fruto de um trabalho que já vem sendo feito pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desde as últimas eleições, em outubro, quando foram cadastrados os eleitores portadores de necessidades especiais, que compareceram aos locais de votação, nos dois turnos das eleições de 2010.

MPF/BA investiga acessibilidade por instituições de ensino superior

Salvador - O Ministério Público Federal (MPF) em Jequié (BA) instaurou um Inquérito Civil Público (ICP) a fim de verificar o cumprimento das normas de acessibilidade e inclusão de pessoas portadoras de deficiência pelas instituições de ensino superior federais e privadas em funcionamento no município.

As instituições de ensino terão de informar se os imóveis, móveis, equipamentos e estruturas físicas utilizados pelas entidades estão de acordo com as normas de acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência, possibilitando o acesso irrestrito destas à educação superior.

As normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida estão previstas especialmente na Lei nº 10.098/2000 e no Decreto Federal nº 5.296/2004.

O procurador da República Ovídio Augusto Amoedo Machado requisitou informações sobre o cumprimento das normas de acessibilidade ao Instituto Federal da Bahia (Ifba-Jequié); à Faculdade Integrada Euclides Fernandes (Fief); à Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC-Jequié); à Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde (Fapec); à Universidade do Norte do Paraná (Unopar); ao Instituto de Ensino Superior COC e à Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), as quais possuem 30 dias para comprovar o atendimento das referidas obrigações.
 

Biblioteca do Senado Federal Acadêmico Luiz Viana Filho


Muito se fala a respeito do acervo Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos e, realmente, ele é bem vasto, equiparando-se em termos de grandeza à Biblioteca da Alexandria. Aqui no nosso blogue sempre procurei trazer as notícias do Senado e do Congresso Federal pois sei que muitas pessoas não têm acesso a essas informações, a não ser quando se trata de escândalos de corrupção. Eis que descobri a nossa Biblioteca do Senado Federal. É um bom começo para quem quer saber um pouco sobre o nosso país pelas fontes do próprio país. Ela possui acervo físico e também um acervo digital. Confra e opine.

21ª Reunião do Fórum Gaúcho pela Melhoria das Bibliotecas Escolares - Abril de 2011

Mostra OBJETO: SOM

Elizabeth Taylor morre aos 79 anos.

Um de seus papéis mais importantes foi em "Um Lugar ao Sol", de 1951. Fonte da imagem: iG Último Segundo Cultura

Atriz estava internada em hospital de Los Angeles por problemas cardíacos.

A atriz britânica Elizabeth Taylor morreu nesta quarta-feira (23) aos 79 anos por problemas cardíacos. Internada no início do mês passado no hospital Cedars-Sinai, em Los Angeles, a estrela hollywoodiana se tratava há semanas. Michael Wilding, um dos filhos da atriz, divulgou um comunicado: "Sempre seremos inspirados por sua contribuição ao mundo".
Apesar da internação e de complicações recentes, a condição de Taylor era considerada estável e esperava-se que a atriz se recuperasse e pudesse voltar para casa. Em 2009, Taylor havia sido submetida a uma cirurgia para substituir uma válvula defeituosa no coração. Ela usava uma cadeira de rodas há mais de cinco anos para lidar com sua dor crônica.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Berlim com a "magrela" Capital alemã é considerada a capital europeia do ciclismo amador

Foto: Getty Images

São 775 quilômetros de ciclovias. Esse número generoso é a melhor maneira de mostrar a importância da bicicleta como veículo locomoção para a capital alemã. Comparando, Paris tem pouco mais que metade disso e São Paulo (aí já é covardia...), não tem nem 30 quilômetros.
Quem estiver na capital alemã, a passeio ou a negócios, não vai encontrar a menor dificuldade para se exercitar com uma “magrela”, especialmente se for para o lado oeste da metrópole, plano e com a melhor infra-estrutura para os amantes das pedaladas.
Conseguir uma bicicleta em Berlim é bem fácil. Existem milhares delas espalhadas em estacionamentos pela cidade. Elas são bloqueadas por satélite, para destravá-las, basta ligar para o serviço Call a Bike. Com o número do cartão de crédito, paga-se um valor condizente com o tempo de uso (24 horas saem por volta de R$ 20). O pagamento dá direito a um número para ser inserido num teclado na própria bicicleta. Feito isso, é só sair pedalando.
Com tantas opções de lugares para percorrer, a melhor coisa a fazer antes de escolher a rota é comprar um guia completo ADFC Fahrradstadtplan, que custa por volta de R$ 15. Com um mapa de todas as ciclovias de Berlim, ele é vendido em lojas de bicicletas e em bancas de jornal.
É possível levar as bicicletas em todo o sistema de transporte público de Berlim, mas é preciso pagar tarifas adicionais para transportá-las. No metrô de superfície, o S-Bahn, com as estações identificadas com a letra S no início, as bikes podem ser levadas a qualquer hora do dia. Já no metrô subterrâneo, o U-Bahn, com as paradas iniciadas pela letra U, as bicicletas só devem circular fora dos horários de pico, que vão de 6h a 9h e de 14h a 17h. Não há restrições para os ônibus.

sábado, 19 de março de 2011


O reitor Carlos Alexandre Netto representou o Ministério da Educação (MEC) no “Going Global 2011”, realizado em Hong Kong - China, entre os dias 10 e 12 de março. O evento, organizado pelo Conselho Britânico, é uma das maiores conferências sobre a internacionalização da educação superior e reuniu mentores de políticas e líderes de mercado, além de mais de 250 palestrantes de 70 países, integrantes de universidades com inserção em âmbito mundial. Carlos Alexandre participou da Conferência de Abertura juntamente com o Chefe do Executivo de Hong Kong, Donald Tsang, e representantes do Paquistão, da Nigéria, da Inglaterra e o reitor da Universidade da Ciência e Tecnologia de Hong Kong. Também foram realizadas reuniões internas com o ministro de Estado para Universidades e Ciência da Inglaterra, David Willets, e com o diretor executivo do Conselho Britânico, Martin Davidson, nas quais foram abordados temas relativos à internacionalização e financiamento das atividades acadêmicas para o desenvolvimento das universidades e o estabelecimento de novas parcerias entre as instituições.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Cultura - Para o Rio Grande Crescer


Passados dois anos desde a realização da II Conferência Estadual de Cultura (2009), a nova gestão da Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul (SEDAC), sob responsabilidade de seu secretário, Luiz Antônio de Assis Brasil, nos marcos do Programa de Governo assumido pelo governador Tarso Genro junto ao povo gaúcho, convida a comunidade cultural a participar da Conferência Cultura para o Rio Grande crescer, a ser realizada nos dias 29 e 30 de abril de 2011, na cidade de Santa Maria.
A Conferência tem por objetivos discutir as diretrizes da política cultural para Estado do Rio Grande do Sul, promover a apresentação institucional da nova gestão, estimular a participação popular e garantir a interlocução direta entre Estado e sociedade civil. Especificamente, pretende avançar na formulação do Sistema e do Plano Estadual de Cultura, em consonância com as formulações nacionais. Além disto, busca dar início à construção de Colegiados Setoriais de Cultura, a serem propostos na Conferência: artes visuais, audiovisual, circo, culturas indígenas, culturas populares, dança, livro e leitura, memória e patrimônio, música e teatro.

DIÁLOGOS CULTURAIS

A Conferência passará por etapas regionais preparatórias denominadas Diálogos Culturais, conforme o seguinte calendário:

1) Bento Gonçalves 12/03/2011 das 8h às 13h
Fundação Casa das Artes – Rua Herny Hugo Dreher, nº 127, Planalto.
2) Santo Ângelo 19/03/2011 das 8h às 13h
Centro Municipal de Cultura – Rua 3 de Outubro, nº 800, Centro.
3) Santa Cruz 26/03/2011 das 8h às 13h
Auditório da Escola Marista São Luís – Rua Marechal Floriano Peixoto, nº 719, Centro.
4) Passo Fundo 02/04/2011 das 8h às 13h
Câmara de Vereadores de Passo Fundo - Rua Dr. João Freitas, nº 75, Centro.
5) Alegrete 09/04/2011 das 8h às 13h
Centro Cultural Adão Ortiz Houayek – Praça Oswaldo Aranha, s/nº, Centro.
6) Cruz Alta 16/04/2011 das 8h às 13h
Casa de Cultura Justino Martins – Av. General Osório, nº 1415, Centro.
7) Porto Alegre 20/04/2011 das 8h às 13h
Salão de Atos da UFRGS – Av. Paulo Gama, nº 110, térreo, Centro.
8) Pelotas 23/04/2011 das 8h às 13h
Câmara Municipal de Vereadores de Pelotas - Rua XV de novembro, nº 207, Centro.
A participação será aberta à sociedade civil e a representações governamentais, sem a contagem de delegação.

CONFERÊNCIA CULTURA PARA O RIO GRANDE CRESCER
A Conferência Cultura para o Rio Grande Crescer acontecerá nos dias 29 e 30 de abril, na cidade de Santa Maria. Será um processo aberto à participação, sem contar com a tiragem de delegação nas etapas anteriores. Seu texto base será oriundo da sistematização das resoluções aprovadas na II Conferência Estadual de Cultura, do Programa de Governo, da Carta aos Gaúchos e do Manifesto da Cultura e diretrizes debatidas nos Diálogos Culturais.
Vamos, juntas e juntos, fortalecer as políticas públicas culturais!
Cultura para o Rio Grande crescer!

João Pontes
Cientista Social (UFRGS)
Coordenador da Política de Pontos de Cultura do RS
Secretaria de Estado da Cultura (SEDAC) / Diretoria de Cidadania Cultural Governo do Estado do Rio Grande do Sul

quinta-feira, 17 de março de 2011

Sarau Literário com Paulo Bentancur na Biblioteca Municipal Monteiro Lobato

Pedido de Doação de Sangue - URGENTE...

Crédito da imagem: wwwdavidrodrigues.blogspot.com


Boa-noite ou Bom-dia a todos
 

Envio a vocês a parte essencial de e-mail recebido na terça de noite. Não posso doar sangue, agradeço a atenção de cada um e peço que ajudem, nem que seja divulgando o pedido para amigos e conhecidos. E desejo a todos um ótimo dia e sucesso nos estudos.
 
Rafael Francisco Dummer, estudante de Biblioteconomia

O Pedido:

Bom dia!

Sei que recentemente, em 18 de fevereiro, fiz este mesmo pedido. Mas venho solicitar a vocês novamente um grande favor: a reposição de sangue, pois foi necessário realizar outra transfusão vinte dias depois, ou em 11 de março. Meu sangue é AB+, por isto, como receptora universal esta reposição poderá acontecer com qualquer tipo sanguíneo. Como os bancos de sangue estão com suas reservas bastante baixas, peço a quem tiver a possibilidade de doação, a generosidade desta reposição para que outras pessoas também sejam beneficiadas. Caso alguém esteja com algum
impedimento, seja qual for o motivo, solicito que difundam este pedido para outras pessoas.

Fiz a transfusão no Hospital Mãe de Deus, na Rua José de Alencar. O Banco de Sangue fica no terceiro andar do referido hospital e nesta rua. Meu nome completo é Sonia Berenice Hoffmann.

Grato pela atenção e pelo carinho!

Atenciosamente,
Leandro Vargas
Coordenador dos Cursos de Educação Física
Centro Universitário Metodista, do IPA
leandro.vargas@metodistadosul.edu.br
51-33161276- 51-99555342

Capão da Canoa suspendeu as aulas por alerta de "ondas fortes"

Para Defesa Civil, houve um mal-entendido e interrupção dos estudos não era necessária.

A prefeitura de Capão da Canoa suspendeu as aulas da rede municipal e estadual de ensino na tarde e noite desta sexta-feira em virtude de um alerta para ressaca do mar que poderia provocar ondas fortes no município. De acordo com a secretária municipal de educação, Rosmari Magnos Germano, pais cobraram a medida da prefeitura depois que ouviram uma entrevista do comandante da Defesa Civil no Litoral Norte, major Fraga, fazendo o alerta em uma rádio local.
 
Questionado pela reportagem do site do Correio do Povo se o motivo do cancelamento seria o tsunami que atingiu o Japão e colocou mais de 20 países em alerta na Costa do Pacífico, o secretaria municipal de Cidadania, Daniel Schwanck, negou. "Não. Foi para um alerta da Defesa Civil de movimentação no mar e ventos fortes. Os pais cobraram uma atitude da secretária, que decidiu suspender as aulas. Segunda-feira os alunos voltam ao colégio normalmente", disse.

Procurado pela reportagem da Rádio Guaíba, o comandante da Defesa Civil disse que houve um desentendimento e que a possibilidade de ressaca no mar não precisaria acarretar a suspensão das aulas.