Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

O bibliotecário como um agente cultural


Foto: Patrick Chivanski
Débora Jardim foi palestrante da 16ª Semana de Biblioteconomia da Furg




A 16ª Semana Acadêmica de Biblioteconomia da Furg, que vai até 21 de outubro, teve como palestrante Débora Jardim, que faz parte da rede de escolas da Ulbra. A bibliotecária aproveitou o momento para falar sobre o papel deste profissional como agente cultural e também orientou oficina, de quatro horas, sobre a "Hora do Conto", ou como Débora define "Brincação de Histórias", pois a interação do público é somente após a leitura e sim durante todo o período em que se conta uma história.

Débora tem 10 livros escritos. Dois editados e um no prelo. "Meu amigo é diferente" e "Os estranhos amigos de estimação de Malú" já estão à venda. "As cores e os olhos de Chico" ainda está no prelo. Segundo Débora, todos os livros são infantis e falam sobre as diferenças. "A nossa intenção é mostrar que o bibliotecário pode atuar em diversos campos", ressalta.

Para ela, as novas tecnologias não interferem na profissão. Na verdade, o bibliotecário deve manusear as novas tecnologias. "Não interessa se vai usar a informação digital, o tablet, o computador. O importante é que a pessoa leia", ensina Débora. Quem estiver interessado em conhecer o trabalho de Débora Jardim, pode acessar o blog www.meuamigoediferente.blogspot.com. Para mais informações, o e-mail é djjardim@gmail.com.

Por Anete Poll
anete@jornalagora.com.br

Fonte: Jornal Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário