Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Porto Digital foca no crescimento e oferece capacitações

O crescimento exacerbado da tecnologia da informação (TI) gera uma demanda muito grande. Independentemente de eventos como Copa do Mundo, Olimpíadas, o Porto Digital já está de olho no público da área de informática. Junto com seis universidades, a Santa Maria, Faculdade Boa Viagem (FBV), Universidade de Pernambuco (UPE), Maurício de Nassau, Joaquim Nabuco e Faculdade Marista o parque tecnológico lançou um programa de capacitação que irá beneficiar  mais de cinco mil pessoas no estado.

De acordo com o diretor--presidente do Porto Digital, Francisco Saboya, outras instituições de ensino também farão parte da iniciativa no futuro. “Em um primeiro momento, serão essas”, conta. Para Saboya o foco deverá ser nas plataformas móveis como smartphones e tablets. “Queremos desenvolver aplicativos para Symbian (Nokia), iOS (Apple) e Android (Google). Vamos capacitar tanto os alunos das universidades quanto profissionais formados”, explica. Para qualquer curso ofertado será feita uma avaliação para nivelar os candidatos.

Os parceiros nessa empreitada do Porto são Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (Cesar) e o Centro de Excelência em Tecnologia de Software do Recife (SoftexRecife). Os recursos destinados aos cursos são do o Ministério da Ciência e Tecnologia, a Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), e Sebrae.

O Porto Digital possui 38 projetos, com investimentos em torno de R$ 70 milhões. Mais de 50% dos recursos serão destinados a projetos de fortalecimento da competitividade das empresas, o que passa pela qualificação. A meta até 2020 é chegar com 20 mil colaboradores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário