Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 4 de maio de 2011

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA EM ALVORADA


Bibliotecária Carmem e o Téc. em Biblioteconomia Mário

A BPMJG, com o seu Projeto Descarte, contribui com a montagem de algumas bibliotecas comunitárias. Já foram formados pontos de leitura nas vilas onde houve reassentamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), tendo a BPMJG enviado diversos livros para a biblioteca do DEMHAB. Atualmente, estamos enviando livros que são desbastados ou duplicados em nosso acervo para uma biblioteca comunitária que está sendo montada em Alvorada.
Ontem (02 de maio), recebemos na BPMJG a visita de Mário Sérgio Leandro, técnico em Biblioteconomia e estudante de Biblioteconomia na UFRGS, alvoradense que está participando do projeto de construção da biblioteca comunitária daquele município.
A grande maioria das bibliotecas enfrenta problemas semelhantes ao de nossa biblioteca com relação ao espaço: a falta dele. Afirmava Ranganathan que o acervo de uma biblioteca é um organismo em expansão; mas como resolver tal problema? Como produzir espaço dentro da biblioteca?
Esta política que é adotada a nossa biblioteca, está conseguindo resolver este problema não só de uma forma administrativa, mas também com uma postura social frente ao incentivo à leitura e ao acesso ao livro como bem cultural e como prática de cidadania.
Mário Sérgio Leandro, agradeceu e lembrou a importância deste tipo de iniciativa:
- Recebemos os livros da BPMJG e estamos montando um belo acervo em literatura para que os moradores da região, possam definitivamente, ter acesso ao livro e à cultura, num país sem muitas bibliotecas e de livros caros demais.
- Gerenciar o acervo em relação às suas duplicatas e à política de desbaste pode ser um pequeno passo administrativo, mas um grande passo para o impulso à formação de bibliotecas comunitárias.

Um comentário:

  1. Olá, Mário!
    Parabéns pelo post! Iniciativas como estas realmente contribuem para o crescimento de acervos em bibliotecas com poucos recursos para a aquisição. Devemos estimular as doações de duplicatas!
    Vocês dois estão bem na foto rsrsrs...
    Abraços
    Kátia

    ResponderExcluir