Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Prêmio Moacyr Scliar de literatura será lançado na terça-feira

O Rio Grande do Sul tem uma reconhecida tradição literária, com grandes escritores prestigiados nacionalmente. No entanto, não há até o presente momento nenhum concurso de maior magnitude que leve o nome do Estado ou de uma de suas personalidades culturais que fomente a produção literária, incentive escritores e contribua com o enriquecimento e a qualificação dos acervos das bibliotecas públicas.

Como forma de preencher esta lacuna, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Cultura e do Instituto Estadual do Livro (IEL), com a colaboração da Associação Lígia Averbuck, entidade sem fins lucrativos apoiadora das atividades do IEL, cria um prêmio de literatura e homenageia um de seus mais importantes escritores, recentemente falecido. O Prêmio Moacyr Scliar de literatura será lançado na terça-feira (16), às 15h, no Palácio Piratini.
 
O objetivo é indicar os melhores livros das categorias poesia e conto, publicados no Brasil, em língua portuguesa, de 01 de janeiro a 31 de dezembro dos dois anos anteriores à edição de cada premiação. O ISBN deverá estar impresso no livro.
As categorias poesia e conto foram privilegiadas tendo em vista a grande quantidade de prêmios já instituídos para a categoria romance. Assim, reconhecer a qualidade literária dos autores de poesia e conto com um prêmio relevante, incentivar a diversificação das edições e aproximar os leitores com a aquisição das obras premiadas para as bibliotecas públicas da rede estadual e para os Pontos de Cultura, confere ao prêmio Moacyr Scliar uma abrangência e um significado cultural que nenhum outro no país tem alcançado.
 
A cada edição, uma categoria será privilegiada: em 2011, Prêmio Moacyr Scliar de Literatura - Categoria Poesia; em 2012, Prêmio Moacyr Scliar de Literatura - Categoria Contos. Nos anos seguintes, sempre será alternado: em um ano, poesia; no outro, conto.
O prêmio tem o patrocínio da Petrobrás e do Banrisul e será impresso pela CORAG. O autor vencedor receberá R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais), e a editora R$ 30.000,00 (trinta mil reais) para uma nova edição da obra premiada. O Prêmio Moacyr Scliar de Literatura é o único que premia o autor e a editora , e leva o livro vencedor até os leitores, com a distribuição de livros na rede de 520 bibliotecas públicas dos Rio Grande do Sul ou seja, premia também os leitores. Também são apoiadores do prêmio a Agência Matriz e a Associação Lígia Averbuck.
 
Moacyr Scliar

Moacyr Scliar, filho de imigrantes judeus, nasceu em 23 de março de 1937. Formou-se em Medicina em 1962, tendo se especializado em Saúde Pública, sem nunca abandonar a profissão de sanitarista na Secretaria da Saúde do Estado do Rio Grande do Sul.
 
Escreveu mais de setenta livros em diversos gêneros: conto, romance, crônica, ensaio e infanto-juvenil. Em 1968, Scliar publicou seu primeiro livro de ficção, O carnaval dos animais, pelo qual recebeu o Prêmio da Academia Mineira de Letras.
 
Com estilo leve e irônico, Scliar abordou principalmente questões do judaísmo em aspectos como o humanismo e o humor e também a realidade social e cultural da classe média brasileira. Suas obras foram publicadas em vários países - Estados Unidos, Canadá, França, Portugal, Suécia, Argentina, Japão, Israel, Noruega, Polônia, Holanda são alguns deles - sempre com grande repercussão crítica.
 
Entre os prêmios recebidos estão o Guimarães Rosa (1977), o da Associação Paulista de Críticos de Arte (1980), o Casa de las Américas (1989), o José Lins do Rego da Academia Brasileira de Letras (1998) e três vezes o Jabuti (1988, 1993 e 2000).

Nenhum comentário:

Postar um comentário