Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Biblioteconomia quer sair do silêncio e combater estereótipos

Promover relacionamentos, organizar, recuperar e disseminar informação são alguns dos pilares da profissão bibliotecário. Muito além do estereótipo da mulher de coque que pede silêncio na biblioteca, o gestor de informação ganha cada vez mais importância na sociedade contemporânea globalizada, mergulhada nas constantes inovações tecnológicas. A promoção da VI Semana de Biblioteconomia, evento que desde sua primeira edição vem sendo organizado e produzido inteiramente por alunos do Departamento de Biblioteconomia e Documentação (CBD) da ECA, tem como um dos objetivos mostrar a toda comunidade USP o quanto essa área do conhecimento está relacionado a problemáticas e necessidades da nossa sociedade.
Na Universidade, um ambiente no qual há produção de conhecimentos diversos e promove-se a ideia da busca pelo pensamento multidisciplinar, poucos são os projetos e divulgações que estimulam os alunos a utilizarem frequentemente as bibliotecas, a recorrerem ao auxílio do bibliotecário e não “biblioteconomista” – que pode ser muito eficaz – e, consequentemente, a reconhecerem a importância da profissão. O trabalho de sistematizar dados, documentos, e materiais de diversas espécieis – desde livros a informações digitalizadas – é importante para o resgate da memória histórica da sociedade, o que está intimamente ligado à sua construção cultural, ideológica, econômica e política.

Leia mais em: Jornal do Campus

Fonte: Jornal do Campus 

Nenhum comentário:

Postar um comentário