Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 30 de março de 2011

Biblioteca Pública de Londrina começa a reformar a rede elétrica

Crédito da imagem: flickr.com
O usuário que frequenta a Biblioteca Pública Municipal de Londrina começa a perceber algumas mudanças na estrutura interna. A reforma elétrica do prédio da instituição foi iniciada nesta segunda-feira (28) por funcionários da empresa Rolp, vencedora do processo licitatório, com previsão mínima de 30 dias para concluir os serviços.
O trabalho foi orçado em R$ 91 mil e contará com recursos do município. A obra faz parte de outros projetos desenvolvidos para beneficiar ainda mais os usuários da biblioteca.
De acordo com o secretário municipal de Cultura, Leonardo Ramos, a parte elétrica não passava por reparos desde a construção do prédio, há 60 anos. Além de oferecer mais comodidade, a obra dá mais segurança ao usuário. "Havia uma necessidade histórica, ou seja, a reforma era algo realmente muito esperado. Os problemas com a iluminação eram comuns", afirmou.
Segundo o diretor de Bibliotecas da Secretaria de Cultura, Rovilson Silva, a ampliação dos serviços ofertados pela instituição foi algo notório nos últimos anos. Ele comentou que esse cenário não compactuava com a estrutura antiga da rede elétrica. "No projeto de modernização, vamos adquirir 30 computadores. Sem dúvida, precisamos de um suporte maior, para que o serviço funcione bem", disse.
Silva reconheceu que a reforma pode causar incômodo no começo, mas pediu paciência ao usuário. "Quando se mexe na parte elétrica, alguns imprevistos sempre acontecem. Provavelmente, teremos que desligar a energia de algum setor durante os trabalhos. Solicitamos que a comunidade visualize como o projeto terá sucesso no futuro", comentou.
Para agilizar a reforma, o diretor de Bibliotecas confirmou que a empresa Rolp também vai trabalhar fora do horário de expediente. "Os funcionários, das 19h às 22h, coordenam as obras, período em que a biblioteca está fechada. Tudo para oferecer um serviço de qualidade ao nosso usuário", completou Silva.
 
Fonte: odiario.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário