Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Pedreiro cria biblioteca sem 'burrocracia' na Zona Norte do Rio de Janeiro

A Biblioteca Comunitária Tobias Barreto de Menezes, localizada na Zona Norte do Rio de Janeiro, foi um sonho do pedreiro Evando dos Santos. Natural de Aquidabã, interior de Sergipe, Evando aprendeu a ler apenas com 18 anos, quando por curiosidade pediu ao pastor da igreja que frequentava para ensinar a ler o livro de salmos. Até então, seu único contato com livro era com leitura de cordel (poesia improvisada, cantada, vendidas em feiras e mercados do Nordeste).
"Minha paixão pelo livro surgiu sem nenhuma explicação, eu amei o livro mesmo antes de ler e poder entender", explicou o criador da biblioteca ao SRZD
Em 2009, ele foi premiado com o "Personalidade Cidadania 2009", eleição realizada pela Unesco, ABI e Folha Dirigida que homenageia pessoas e instituições que desenvolvem trabalhos e projetos sociais de grande relevância para a cidadania. "Educação é a base para tudo, mas não adianta falar de educação, sem priorizar o livro e a leitura" esclarece Evando.

Projeto de Niemeyer
A biblioteca surgiu na garagem de sua casa, e que depois teve a sede projetada por Oscar Niemeyer. O projeto teve financiamento do BNDES no valor de R$ 651 mil. Inaugurada em 2008, a Biblioteca Comunitária Tobias Barreto de Menezes funciona sem "burrocracia", ou seja, as pessoas podem ter acesso aos livros e têm total liberdade para devolverem quando e se quiserem.
O prédio é dividido em três andares, tendo o acervo com 60 mil livros localizado no primeiro andar. O local é usado para fóruns e debates, "terapias livrescas", entre outros projetos de autoria do próprio Evando, como caso o curioso "Projeto Livro na rua, poesia no meio fio, e leitura para todos" que consiste em ter os primeiros versos de poemas, poesias ou textos, pintados no meio fio das calçadas junto à referência bibliográfica, tudo com o intuito de promover a leitura aos moradores.
"Eu pintei para que pudesse alcançar mais pessoas, e assim incentivá-las a ler, pois todos os textos usados estão na biblioteca. Essa é a única rua em que a história do patrono (Engenheiro Augusto Bernachi) está pintada na calçada" explica Evando. A instituição também oferece curso de inglês, além de outros projetos culturais como o primeiro museu comunitário da Zona Norte, o "Museu Eike Batista e Julia Belesse", que tem como finalidade divulgar a beleza das obras históricas.

Resgate do Bairro
Na tentativa de resgatar a história do bairro Vila da Penha, Evando fez uma réplica de uma bica que costumava existir no Largo do Bicão, ponto central do bairro.
O monumento foi inaugurado no local, e levou também mais um projeto de Evando, uma espécie de calçada da fama com 132 autores e personalidades de todo o mundo, entre eles Barack Obama e Tobias Barreto de Menezes, que leva o nome da biblioteca.
No local foram pintadas estrelas que possuem uma frase e a referência para que o leitor possa achar o livro depois. "Quem dera que o nosso prefeito transformasse as nossas praças em calçadas literárias. Seria fantástico!", conta Evando lembrando de uma menina moradora de rua que o emocionou ao dizer que uma das frases tinha mexido bastante com ela. Entre os desejos do fundador da biblioteca está montar uma faculdade de letras, que já tem até nome: Faculdade Comunitária de Letras Machado de Assis.

Serviço
Biblioteca Comunitária Tobias Barreto de Menezes
Endereço: Rua Engenheiro Augusto Bernachi, 130, Vila da Penha - RJ
Email: bibliotecatobiasbarreto@gmail.com
Telefone: (21) 2481-5336 / 3353-2069

Fonte: SRZD

Nenhum comentário:

Postar um comentário