Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Ciclonudistas cruzam cidade italiana em protesto pelo meio ambiente

A bicicleta foi considerado o meio de transporte mais ecológicamente correto e assim defendido por ciclonudistas italianos

Em cima da bicicleta, cerca de três centenas de ciclonudistas atravessaram a cidade de Turim, na manhã deste domingo, no Naked Bike Ride de 2011. Iniciada a partir do Parque Valentino, a manifestação dos italianos foi pela “legitimidade cultural e de proteção social ao ciclista urbano, além de uma exortação por uma política pacífica de proteção e de compromisso com os cidadãos que escolhem a bicicleta como o meio de transporte que mais respeitada o meio ambiente. Em outros países, mais ciclistas realizaram marchas semelhates.

Na véspera, em Santiago do Chile, cerca de 200 pessoas realizaram o primeiro protesto ‘nu’ de bicicleta do Chile, que também exigia mais respeito aos direitos dos ciclistas, e que foi concluído com sete detidos, informou a polícia à agência francesa de notícias AFP. Os ciclistas iniciaram o protesto ainda com roupa no bairro residencial de Providencia e antes de chegar à praça central Itália, local apontado para a conclusão da manifestação, foram tirando suas vestimentas até ficar parcial e totalmente nus, constatou um jornalista da AFP.

Os manifestantes foram surpreendidos por policiais que tentaram deter o protesto, o que produziu confusões que deixaram sete pessoas detidas, entre elas um menor de idade, por “ofensas à moral” por estarem nus em via pública, indicou a polícia chilena. O protesto foi realizado para conscientizar a população sobre o direito dos ciclistas de transitar com segurança nas ruas, e foi apoiada pela Associação Mundial dos Ciclistas Nus (WNBR, da sigla em inglês), segundo divulgaram veículos da imprensa local.

O uso de bicicleta ganhou um maior número de adeptos em Santiago, diante da poluição que afeta a capital chilena, uma das mais poluídas da América Latina, junto com São Paulo e Cidade do México.
Na Cidade do México, ciclistas também realizaram o protesto “nu”, que naquele país estava em sua sexta edição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário